The easieast way to survey!
Carrinho de Compras
Entrar
Loja
Ir para o conteúdo

A importância de um Levantamento Planialtimétrico

Measuring Masters
Publicado por Gustavo C. M. Rodrigues em Topografia · 3 Novembro 2020
    Por muitas pessoas o Levantamento Topográfico em si é visto mais como uma questão burocratica do que usual, já que muitas prefeituras exigem o levantamento para a regularização de um imóvel ou terreno, seja urbano ou rural. Entretanto os levantamentos topográficos são mais um aliado ao dono do terreno do que um empecilho, justamente pelo fato de um investimento antes do início da obra previne custos não previstos no decorrer da obra, que muitas vezes não são vistos pelos projetistas pela falta de dados. Tais dados que são apresentados em um levantamento topográfico, em especial o levantamento planialtimétrico.

    O levantamento planiáltimetrico consiste em uma somatória entre o levantamento planimétrico e altimétrico, assim como pode ser inferido pelo próprio nome. É o levantamento topográfico mais completo da superfície, consideranto as medições horizontais e verticais, com isso o terrreno todo é representado com quase exatidão, diferentemente dos levantamentos altimetrícos e planimétricos, que deixam algumas informações faltantes.

Erros causados pela falta de um Levantamento Planialtimétrico
   Em primeiro plano deve-se salientar que a presença de um profissional qualificado para o levantamento reduz drasticamente os provavéis erros no serviço. Além de garantir a maior precisão do levantamento, o que gera, consequentemente, maior precisão dos projetos e da futura execução.

    Os erros causados pela falta de um levantamento bem feito ou até a falta do levantamento em si variam entre a locação do terreno até a finalização da obra. Uma locação fora do perímetro do terreno pode invadir áreas de preservação ambiental ou até um terreno vizinho causando possíveis processos judiciais que causarão prejuízos para o comprador. Além disso um projeto de terraplanagem mal dimensionado, ocasionado pelo levantamento topográfico mal feito, gera um acrécimo de custo, fora o atraso na obra que dependendo da fase da construção gera um efeito contraproducente para todo o processo construtivo.

    Com isso, todo levantamento planialtimétrico deve ser um apoio para que ocorram o mínimo de erros na obra em questão, além de que um projeto utilizando a metodologia BIM reduz mais drasticamente os possíveis empecílios.

Ferramentas para fazer um levantamento planialtimétrico
   A ferramenta a ser utilizada para a realização do serviço faz toda a diferença para a precisão do levantamento, de acordo com as necessidades do cliente. Cada uma das ferramentas tem seus prós e contras particulares que podem ser utilizados em várias situações. Com isso, na maioria dos casos, dependerá do tempo, do investimento, da mão de obra e da experiência ao decidir qual a melhor ferramenta para a realização dos trabalhos.

Teodolito
   Esta ferramenta é utilizada a muito tempo e é relativamente simples seu manuseio, já que a precisão depende do operador com conhecimento suficiente de seu uso e tenham conhecimento e matemática básica. Além de ser uma ferramenta demoarada de medição, requer outra pessoa para a medição e alinhamento dos ângulos do terreno.

   Outro fator é que os operadores devem estar mais atentos quando se necessita uma precisão maior, fora o manuseio geral de todo o equipamento. Além disso, o Teodolito deve estar corretamente configurado, com suas partes em perfeito estado para melhorar a qualidade do levantamento.

Estação Total
   Esta ferramenta é mais avançada e automatizada que o Teodolito. Ela funciona medindo por meio de um laser que a lançado da base até um prisma colocado a distância, com a reflexão do prisma para a base o software utilizado identifica as coordenadas do local da medição, sendo consequentemente mais preciso, por não envolver tanto a parte humana.

   Entretanto a Estação total possui alguma particularidades, já que necessita de um software específico para o gerenciamento dos dados. Sendo que esse detalhe também é o que mais diferencia do Teodolito, que exige anotação a mão para o controle dos dados, além de necessitar a visada óptica.

GNSS RTK
   Esta ferramenta é baseada no georreferenciamento, com isso ela faz um triagulação com os satélites ao redor da Terra e volta para o ponto necessário para o levantamento. Sendo assim não se faz necessária a visada óptica, como é necessário na estação total.

   Além da base é utilizado um rover, que se move até os pontos selecionados do terreno, necessitando de um operador com um software em mãos. Com isso, o levantamento fica necessitando de apenas um operador, diminuindo os custos e ao mesmo tempo aumentando a produtividade, já que o próprio sistema extrai os dados.

   Entretanto o equipamento é mais caro em relação aos outros, além do próprio software. Mas em compensação terá menos gasto com tempo e dinheiro em todas as etapas do levantamento.

Drones / Vant
  Tal ferramenta está se tornando cada vez mais comum entre os levantamentos atuais justamente pelo fato que tem um baixo custo de execução, maior eficiência e também já gera uma nuvem de pontos em 3D. O custo de execução baixo acontece, que embora o custo inicial de um drone/vant seja mais elvado, ao longo do tempo com a economia total e aliado a rapidez do levantamento, o que causa maior eficiência, tem seu preço final bem reduzido, quando comparado as ferramentas anteriores.

  Além disso, esta ferramenta gera medições muito mais dinâmicas, sem falar de toda a rapidez, pois são obtidas imagens georreferenciadas e ortorretificadas que permitem obter o Modelo Digital do Terreno (MDT). Entregando o trabalho com mais qualidade, com dados mais verídicos a realidade, possibilitando uma melhor obra.

Laser Scaner
  Essa tecnologia para levantamento planiáltimétrico consistem em lasers enviados para todos os cantos de uma edificação ou terreno, milhares por segundo, indo até um ponto e voltando para a base. A partir disso quando capturadas as distâncias são geradas nuvens de pontos, que dentro do software são geradas imagens precisas aliadas ao sistema GPS.

  Com isso, o Laser Scaner se torna mais completo que qualquer outro sistema até o momento, pelos feiches de fótons enviarem ao software as angulações e distâncias em cada coordenada o que da cada vez mais veracidade ao empreendimento. Com isso traz também o mapeamento uniforme da área, além de dispensar a volta ao local e retrabalho, pela imagens detalhadas no local.


Inscreva-se em nossa newsletter
OBRIGADO PELA VISITA
Siga nossas redes sociais.
RECEBA NOSSAS NOVIDADES
Preencha o formulário e nos envie seu contato.
Privacy Policy
RECEBA NOSSAS NOVIDADES
Preencha o formulário e nos envie seu contato.
Cookie Policy
OBRIGADO PELA VISITA
Siga nossas redes sociais.
OBRIGADO PELA VISITA
Siga nossas redes sociais.
OBRIGADO PELA VISITA
Siga nossas redes sociais.
Voltar para o conteúdo